(Reprodução / Instagram)

(Reprodução / Instagram)

Kesha perdeu na Justiça a primeira etapa do processo que move contra o produtor Dr. Luke. De acordo com a decisão do juiz, a cantora deverá permanecer ligada ao contrato que tem com a gravadora Sony sob a administração do produtor musical até que uma nova audiência ocorra em 2017.

Em 2014, a artista moveu uma ação contra Dr. Luke alegando ter sido abusada física, verbal e emocionalmente por ele durante um longo período. Depois da acusação vir à tona, a intérprete do hit Tik Tok também esteve internada em uma clínica de reabilitação tratando distúrbios alimentares, que, segundo ela, teriam sido causados pela cobrança de emagrecimento e pelos constantes xingamentos que sofria por parte do produtor.

No Twitter, os fãs da cantora lamentaram a decisão da Corte e fizeram a hashtag #FreeKesha disparar nos Trending Topics mundiais. O assunto também está sendo muito discutido entre os usuários brasileiros.

 

(Reprodução / Twitter)

(Reprodução / Twitter)

 

Pelo Instagram, a cantora agradeceu o carinho e o apoio que vem recebendo do público. Um dia antes da audiência, ela fez um desabafo: “Não tenho nada a esconder. Eu fiz isso porque a verdade estava comendo a minha alma e me matando por dentro. Isto não é só por mim. Isto é por cada mulher, cada ser humano que já tenha sido abusado. Sexualmente. Emocionalmente. Mentalmente. Eu tive que dizer a verdade. O resultado disso será o que tiver de ser. Não há mais nada que eu possa fazer. Isso é tão assustador, não ter nenhum controle sobre o seu destino, mas este é o meu caminho nesta vida por algum motivo“.

 

Sem mais artigos