Klebber Toledo, namorado de Marina Ruy Barbosa, contou que já sofreu preconceito quando era mais novo por ter um rosto bonito, em entrevista para o jornal O Dia, publicada neste final de semana.

“Desde garoto ter olhos claros já era motivo de agressão. Se as meninas ficavam interessadas, juntava um grupo de meninos para bater”, revelou o ator.

E recordou: “Sofri sim, me chamavam de menininha, falavam que eu era gay, principalmente porque jogava vôlei. Como ator, também me sinto cobrado. As pessoas rotulam sem saber o quanto trabalhei e estudei. Estou na Globo desde 2006, e mesmo assim tenho que ficar provando minha capacidade a cada trabalho”.

Atualmente, ele está se preparando para viver o mau-caráter e preconceituoso Umberto, na próxima novela das 18h da TV Globo, Lado a Lado, que estreia dia 10 deste mês de setembro.

Sem mais artigos