O ator Ashton Kutcher testemunhou em corte de Los Angeles, nos Estados Unidos, na última quarta-feira (29), durante julgamento de Michael Gargiulo, acusado de matar três mulheres entre 1993 e 2008.

Kutcher contou sobre o dia em que descobriu a morte de Ashley Ellerin, uma estudante de moda de 22 anos com quem ele estava saindo. Ela foi morta com 47 facadas, em 2001. Na época, o ator tinha 23 anos.

O ator disse que tinha um encontro com Ashley e estranhou quando ela não respondeu à campainha, por isso foi checar na janela. “Eu nunca imaginei isso. Vi algo vermelho no chão, mas pensei ser vinho tinto. Fui embora sem me dar conta”, afirmou.

No dia seguinte, ao descobrir que ela havia sido morta, o ator procurou a polícia. “Eu fui dizer que minhas impressões digitais estavam na porta. Eu enlouqueci”, contou.

 

Sem mais artigos