Em seu blog oficial, a atriz Luana Piovani desabafou ao falar da saia justa provocada por um encontro ocasional entre ela e o ex-namorado, o ator Dado Dolabella, em um restaurante do Rio de Janeiro recentemente. A artista se mostrou indignada com a polícia, que não cumpriu a lei ao deixar que ele saísse do local sem levá-lo para a delegacia.

“Eu vivi um episódio constrangedor semanas atrás. Denunciei meu agressor, por novamente, descumprir as medidas protetivas e sabem quais foram as providências tomadas?? Chegaram os policiais, com aquele vocabulário típico de polícia carioca e me disseram que não podiam fazer nada. Que eu devia era andar com o processo em mãos para, numa próxima, quem sabe, eles cumprirem a lei que manda ser levado pra delegacia o agressor que descumpre medidas protetivas”, afirmou a loira.

“Sugeriram ao agressor que partisse porque eu já estava antes no local (a medida protetiva proíbe que o agressor se aproxime da vítima, que exista um limite mínimo de distância entre eles, independentemente de quem chegou ao local primeiro. É lei!!! Não é favoooooooor!!!) Ele saiu, os policiais partiram e em menos de 3 minutos já estava de volta ao mesmo lugar, ou seja, próximo a mim, sob aplausos”, continuou.

“Até quando a Polícia terá atitudes como essas? Até quando não haverá cidadania? Fica aqui registrada minha indignação e minha esperança de que, colocando esse assunto em discussão, as pessoas pensem mais a respeito”, finalizou ela.

Na última semana, a atriz passou por outra saia justa em praia carioca. Veja!

Luana Piovani fala sobre saia justa com Dado Dolabella

Sem mais artigos