O casamento de Luma de Oliveira e Eike Batista chegou ao fim, agora oficialmente. O casal, que viveu junto por 13 anos, oficializou os termos do divórcio no Fórum do Rio de Janeiro. Segundo o advogado da atriz, Michel Assef, Luma terá a guarda dos filhos, Thor e Olin, e somente eles receberão pensão de Eike. Já quanto a partilha dos bens, ela já foi feita, porém, detalhes não foram revelados.

Pra quem não se lembra, Luma divulgou semanas antes do carnaval a notícia de que estava grávida e, por esse motivo, não poderia desfilar pela Mocidade Independente de Padre Miguel, com o intuito de evitar o ciúmes do marido. Porém, com o tempo, a verdade veio à tona e o seu casamento, que já ia mal das pernas, acabou de vez.

O nome da atriz ainda foi envolvido em outra polêmica, a de que ela teria traído o maridão com o bombeiro José Albucacys. O capitão mostrou a veículos da imprensa mensagens de celular supostamente enviadas por Luma pra ele. Luma negou as informações e entrou com um processo por injúria e difamação contra Albucacys.

Luma garante que nunca traiu o seu marido

Luma entra com processo contra seu suposto amante

Luma de Oliveira e Eike Batista terão separação amigável

Depois da polêmica, Luma mantém o posto de madrinha da bateria da Mocidade

Sem mais artigos