Tania Oliveira, rainha de bateria da União da Ilha

Divulgação Tania Oliveira, rainha de bateria da União da Ilha

A escolha da ex-panicat Tania Oliveira para ser rainha de bateria da União da Ilha não foi meramente técnica, de acordo com o jornal carioca Extra. “Não foi pelas curvas ou samba no pé que a ex-panicat Tania Oliveira foi escolhida para ser a rainha de bateria da União da Ilha. A beldade desembolsou R$ 130 mil pelo posto, mas o dinheiro não saiu do bolso dela. Ela foi patrocinada por uma marca de preservativos”, afirmou a publicação.

Ainda de acordo com o jornal, Bianca Monteiro também teria sido eleita rainha de bateria, da Portela, em circunstâncias parecidas. “Com a escolha, acreditava-se que seria quitada uma dívida de R$ 900 mil da escola com uma famosa loja de artigos para carnaval — Bianca é namorada do filho do dono. Além, claro, por ser uma jovem da comunidade, ajudaria na imagem da Azul e Branco de Madureira. O problema é que a tal dívida ainda não foi perdoada”, completou.

Marca de preservativos pagou R$ 130 mil para ex-panicat ser rainha de bateria, diz jornal

Sem mais artigos