Marcelo Adnet falou sobre o filme Os Penetras, do diretor Andrucha Waddington, em que atua ao lado de Eduardo Sterblich, em entrevista ao Virgula Famosos. A comédia deve estrear nos cinemas no dia 30 de novembro deste ano.

“A gente viu o filme outro dia, ficou pronto e estou muito feliz, porque é um filme nacional, engraçado e ao mesmo tempo não é um filme ruim, o que é uma grande surpresa. A gente acha que vai fazer muito sucesso”, disse o apresentador da MTV.

Ele também contou sobre os personagens do longa: “Eu faço o Marco Polo, que é um cara esquisitíssimo, um farsante, vive de golpe. O Edu faz o Beto, que é um cara supertímido, quase maluco, vive na fronteira entre o normal, esquisito e maluco, que é o Edu de verdade, eu diria. Quando a gente se encontra no meio do filme, a gente se transforma, quase muda de lugar com o outro”.

Além disso, o marido de Dani Calabresa elogiou os companheiros do filme: “O Edu é um grande humorista e o estilo de humor dele é único. A gente conviveu por três meses na mesa fazendo o filme, escrevendo, junto com o Andrucha. Ele abriu a possibilidade de escrever o roteiro junto, de sugerir coisas, é um diretor superaberto para isso. Eu e o Edu piramos dentro da proposta do filme”.

Para finalizar, ele destacou o trabalho em conjunto: “Acho que o mérito dos Penetras é que não estamos concentrados em ‘eu vou atuar muito bem’. Estavam os três muito juntos, unidos no objetivo de fazer um bom filme, mais do que ter uma boa crítica ou fazer uma grande cena, arrancar muito riso. Se não conseguimos, quase conseguimos, o que já é ótimo”.

Sem mais artigos