Nesta semana, o autor Walcyr Carrasco polemizou ao revelar, em live à revista Caras, que ‘matou’ a personagem de Marina Ruy Barbosa, na novela Amor à Vida, de 2013, porque a atriz “se recusou a cortar o cabelo”. Agora, foi a vez dela responder e dar a sua versão dos fatos.

“Depois de oito anos, ainda esse assunto. Nunca falei sobre isso e sei que o que não faltam são histórias bem distantes da verdade. Aproveitando a fala do Walcyr, “desisti” pois o que tinha sido combinado e dito pra mim sobre a história, sobre a personagem, não foi feito”, escreveu Marina em seu Twitter.

Em seguida, lamentou não ter conseguido conversar com Walcyr na época do acontecido: “Uma pena que na época não tive “acesso” e não pude falar diretamente com o autor. Nunca nos falamos, nem no momento em que fui chamada pra novela, durante o trabalho ou depois de tudo. Uma pena não ter tido a chance de conversar e entender o que se passava na cabeça do Walcyr”.

E finalizou: “Do lado de cá, com as informações que eu tinha, de uma coisa estava certa: como atriz, não queria só o sensacionalismo. E como menina/mulher aos 17 anos, só valeria à pena se fosse pra tratar da doença com muito respeito e atenção, e fazer uma ação social sobre câncer linfático”.

Sem mais artigos