Depois de uma turnê por 15 cidades, o espetáculo O Caso da Rua ao Lado, adaptação de uma das obras-primas do repertório cômico francês, L’Affaire de La Rue Lourcine, de 1857, chega à São Paulo para uma temporada de dois meses.

A peça conta com Marisa Orth, Luiz Fernando Guimarães e Otávio Müller no elenco, entre outros, falando ironicamente ao homem atual sobre uma humanidade que move-se apenas por interesses e apetites.

Depois de uma noitada, dois pacatos cidadãos, Lenglumé e Mistingue, (Guimarães e Müller) descobrem nos seus bolsos, ao acordar, alguns objetos estranhos. Lendo o jornal, eles constatam que esses objetos poderiam ser indícios comprometedores de um crime e ficam se perguntando se são eles os assassinos, no início de um pesadelo de acusações e mentiras em ritmo humorado e irônico.

“O espetáculo conta a história de um casal rico (Orth e Guimarães), que está começando a vida. Tudo é lindo, perfeito, até que um dia, as coisas mudam de uma hora pra outra. A partir de então, a luta será apenas pra viver um dia normal. Minha personagem, Norrine, segura a loucura, tenta ser a razão no meio desse caos. Se fosse pra traçar um paralelo com o programa Sai de Baixo, onde interpretei a personagem Magda, diria que ela seria o Tio Vavá, controlada e dotada de razão”, declarou Marisa Orth.

Já Luiz Fernando Guimarães tem dificuldade em definir seu papel na encenação.”Me esforcei pra trabalhar essa peça, fica difícil falar como é meu personagem. É mais fácil comentar a peça do que o personagem. Ele é o mais rabo preso, procura uma certeza pra poder viver. Se divide entre o que viveu ontem e o dia seguinte. É muito bom o espetáculo, o público vai gostar”.

A Casa da Rua ao Lado estréia no dia 3 de setembro, no Tom Brasil Vila Olímpia.

Quer saber quem Luiz Fernando Guimarães agarrou?

Será que um novo Sai de Baixo está por vir?

Sem mais artigos