Após viver a vedete Mathilde Meyer em Joia Rara, Fabiula Nascimento, de 35 anos, está de volta à faixa das 18h com a personagem Cristina, em Boogie Oogie, que estreará nesta segunda. Em entrevista publicada, no site do folhetim, nesta sexta-feira (01), a atriz falou sobre sua personagem.

“Ela não é vilã, mas é ambiciosa, rancorosa e frustrada. Eu, diferentemente dela, sou zero ambiciosa e nada competitiva, mas me identifico com a força feminina e de guerreira da Cristina. Ela não desiste do que deseja e luta mesmo com as dificuldades da vida”, afirmou Fabiula.

Ao longo de sua trajetória profissional, a atriz já mudou o visual e precisou ser versátil para vivenciar diferentes personagens: “Já mudei o estilo, engordei, emagreci, o ator precisa mudar para cada papel e cada personagem exige uma preparação específica. Esse é um dos desafios da carreira e eu amo, afinal, escolhi fazer isso”.

Para entrar no ritmo dos anos 70 de Boogie Oogie, a atriz pesquisou sobre figurino e gírias e descobriu que algumas ela usa hoje em dia. “Gírias como ‘chuchu’ e ‘é o bicho’, eu uso e acho que algumas podem ser usadas na novela, mas estou focando no texto do Rui (Vilhena, autor da novela), que é brilhante e é através dele que estou vivenciando os anos 70″, disse Fabiula.

Sem mais artigos