Mel Gibson pagará US$ 750 mil [quase R$ 1,2 milhão], nos próximos cinco anos a sua ex-namorada, a russa Oksana Grigorieva, mãe da filha caçula do ator, para pôr um ponto final ao processo que enfrenta nos tribunais há meses, informou nesta quarta-feira (31) a imprensa local.

Essa é uma das partes do acordo alcançado por ambos em uma audiência judicial realizada em Los Angeles (Califórnia), pelo que o ator permitirá que Oksana e a filha do casal, Lucía, morem em uma mansão de Gibson em Sherman Oaks.

Oksana receberá essa quantidade em três parcelas, a última prevista para janeiro de 2016, enquanto Gibson e ela terão a custódia compartilhada da filha. Quando a menina alcançar a maioridade, a casa deverá ser vendida e a renda da transação deverá ser investida para um fundo com seu nome, disse o juiz Peter Lichtman.

Lichtman acrescentou que sob o acordo fica proibido que qualquer uma das partes publique um livro que inclua assuntos relacionados com este litígio ou detalhes sobre seu relacionamento.

Em março, Gibson decidiu não recorrer das acusações após ter sido acusado de um delito menor por uma agressão da ex-namorada, e se beneficiou de um acordo extrajudicial que o permitia ficar em liberdade condicional não supervisada durante um período de três anos.

Oksana denunciou uma suposta agressão de Gibson, em sua residência de Malibu, em janeiro de 2010. O ator admitiu tê-la agredido para evitar que machucasse sua filha Lucía enquanto discutiam.

Sem mais artigos