O governo do México revelou nesta quinta-feira ( 20) que concederá ao cantor irlandês Bono Vox a Ordem da Águia Asteca “por seu trabalho humanitário e como cofundador da organização The One”, que luta contra a pobreza.

Paul David Hewson, nome de batismo de Bono, receberá a distinção na cidade de Nova York neste mês, afirma um acordo publicado hoje no Diário Oficial da Federação, orgão oficial do governo mexicano.

O México destaca “que o compromisso do senhor Hewson com as causas humanitárias o levou a aproveitar sua imagem pública como líder do grupo de rock U2 para impulsionar campanhas em favor de organizações como Anistia Internacional, Greenpeace, Free Burma, The Chernobyl Children’s Project, The One Campaign, entre outras”.

“O reconhecimento internacional e a simplicidade do senhor Hewson confluem em uma personalidade que soube transcender as gerações”, acrescenta o acordo.

Lembra também que Bono foi nomeado ao Prêmio Nobel da Paz em três ocasiões (2003, 2005 e 2006) e destaca que “sua convicção e compromisso com as causas sociais o levaram a participar do Fórum Econômico Mundial em Davos, Suíça, e no Fórum Social em Porto Alegre”.

O acordo, assinado pelo presidente Felipe Calderón e pela chanceler Patricia Espinosa, não detalha o dia exato em que se entregará ao artista a prestigiosa Ordem da Águia Asteca.

Sem mais artigos