Miguel Falabella está feliz da vida com os bons números de audiência que sua novela Aquele Beijo, da TV Globo, está apresentando. “Escrever novela é trabalho para macho”, disse o autor da trama das 19h, em entrevista para a revista Contigo!, que chega às bancas nesta quarta-feira (09).

Ele comentou sobre um de seus mais famosos personagens e fez questão de deixar claro que não se parece em nada com ele: “Sempre tive um canal muito aberto e direto com o povo. Desde o Caco (Antibes, de Sai de Baixo), que era um personagem que não gostava de pobre. Mas eles sabiam que aquele texto era cheio de afeto e, claro, que não tenho horror a pobre. Ao contrário, adoro um furdunço. Na verdade, só não gosto é de classe média metida. Aí, sou cascudo”.

Em 2012, Falabella voltará à telinha no seriado Pé na Cova, também da Rede Globo: “Vou ser dono de uma funerária no Irajá. Adoro fazer esses homens do subúrbio”. O ator também revelou que não pretende mais fazer novelas: “Não tenho mais paciência de ficar horas num estúdio esperando para gravar uma cena. Tudo é uma fase. Essa eu já passei. Quero viver outras”.



Sem mais artigos