O bailarino e ator Mikhail Baryshnikov, que está no Brasil para apresentar a peça A Velha, ao lado de Willem Dafoe, não aguentou ficar até o final na apresentação do projeto Inusitado, que roqueiros brasileiros relembraram sucesso dos anos 80 no palco da Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, na terça à noite. As informações são do jornal O Globo desta quinta-feira (07).

Baryshnikov foi ao evento à convite de Emílio Kalil, mas foi logo avisando a imprensa presente: “Não me pergunte sobre o rock brasileiro porque eu não conheço realmente nada”. Além de não entender da música que estava sendo tocada, ele pareceu bastante entediado com o show. Estava se sentindo uma sonífera ilha no meio da multidão que não parava de cantar.

Antes de Baby do Brasil cantar Menino do Rio, ela pediu uma salva de palmas para “um artista que admiramos muito”. A luz iluminou o local que ele estava sentado e… Ele não estava mais lá, tinha se mandado.

A saída à francesa virou o assunto da noite entre a plateia e os artistas. Evandro Mesquita fez umas piruetas. E Fernanda Torres saiu em defesa do bailarino: “Estava difícil pra ele. Tentei acalmá-lo dizendo que logo chegaria a Baby, mas ele não aguentou e foi embora antes. Entendo. Se me colocassem para ver um show de rock argentino em Buenos Aires, ia ser dose”.

Sem mais artigos