Chris Brown foi preso nesta terça

Divulgação Chris Brown foi preso nesta terça

Baylee Curran, a mulher que acusou Chris Brown de tê-la ameaçado com uma arma, causando por consequência a prisão do rapper, é procurada pela polícia em Nova York por envolvimento em um roubo de um artigo de luxo em um hotel da cidade. A informação é do TMZ.

A novidade é crucial para a solução do caso envolvendo Brown, uma vez que a vítima alega que ele sacou o revólver após vê-la mexendo em uma valiosa joia durante uma festa em sua casa.

A ocorrência teria acontecido em 2013. Baylee estava de férias com alguns amigos no The Plaza Hotel quando uma discussão se iniciou. Segundo documentos da polícia obtidos pela publicação, a loira pegou uma bolsa avaliada em US$ 1 mil (cerca de R$ 3,2 mil) da Louis Vuitton de um dos envolvidos na briga e fugiu. Dentro da bolsa tinha, ainda, mais US$ 200, além de cartões de crédito e uma carteira.

Baylee Curran é procurada pela polícia

Instagram/Reprodução Baylee Curran é procurada pela polícia

Um segurança perseguiu Baylee, que deixou a bolsa no caminho mas levou o que estava dentro dela. Desde então, a polícia está atrás da loira, que é atriz, para que ela preste esclarecimentos sobre a ocorrência.

Segundo seus representantes, Baylee não fazia ideia de que era procurada pelos agentes nova-iorquinos, além de alegar que seus amigos são os ladrões, não ela.

Chris Brown foi preso na noite desta terça-feira (30) na sua casa em Los Angeles, na Califórnia, após uma tarde inteira de negociações com a polícia local, que mobilizou uma equipe da SWAT, grupo de operações especiais, e até um helicóptero para fazer a busca na casa do rapper. Na mansão dele, os policiais encontraram um revólver, armas brancas e drogas.

Segundo um dos representantes do cantor, Mark Geragos, ele foi liberado na madrugada desta quarta-feira (31). “Obrigado a todos pelo apoio. Chris Brown saiu e está bem, as alegações contra ele eram falsas”, diz o comunicado publicado no Twitter.

mark geragos

 

Sem mais artigos