Jovem promessa da música brasileira, a cantora Paula Fernandes falou sobre depressão no programa Manhã Maior, da RedeTV!, na manhã desta quarta-feira (30). “No início, eu não aceitava que estava deprimida. Era muito jovem e vi muitas portas se fecharem. Desde os oito anos, minha prioridade era o trabalho e as coisas acabaram não dando certo, por isso acabei adoecendo. Mas diante de tanta dificuldade, a gente percebe o quanto é forte e resistente”, declarou a bela na atração.

A artista revelou ainda que tratou o problema durante dois anos com medicamentos e análise. “Descobri que a doença era comum e o mal do século. Depois da depressão, eu ressurgi. Não sabia que tinha tanta força. Hoje eu sei o que eu quero e o que eu não quero, o que o dinheiro compra e o que não compra”, afirmou.

Ainda segundo Paula, a depressão a ajudou a lidar com a ansiedade e sua insegurança no início da carreira. “Foi uma fase bacana, doeu muito, mas foi muito enriquecedora”.

"Não aceitava que estava deprimida", diz Paula Fernandes

Sem mais artigos
Sair da versão mobile