Roberto Justus, em entrevista para o jornal O Estado de São Paulo, falou sobre a fama, sexualidade, tratamentos de beleza, filha Rafaella e o casamento com Ticiane Pinheiro.

Fama
“Isso começou quando me relacionei com mulheres famosas. Nunca procurei ser famoso. Só não evitei. Claro que gera comentários. Muitas mentiras”.

Sexualidade
“Não se pode fazer sucesso no Brasil que daí o sujeito não é mais homem. O brasileiro tem essa característica. Eu defendo que se pode querer ter as coisas, mas não precisa desejar que o outro não tenha”.

Cuidados
“Estou sempre de barba feira, faço pé e mão toda a semana, uma questão de higiene. Faço limpeza de pele uma vez por mês. O homem que se cuida não é vergonha. Infelizmente tenho que usar maquiagem para a televisão por causa das luzes e tal. Mas me incomoda um pouco porque estraga a pele”.

Rafaella
“No começo eu fui resistente e hoje sou doente pela Rafaella. A primeira palavra dela foi ‘papá’. Ela fala ‘papa’ e o ‘papa se derrete aqui. Eu dizia que nunca mais ia pisar na Disney para onde fui umas 30 vezes com meus filhos. Agora vou vestido de Pato Donald se ela quiser.

Casamento
Depois de quatro casamentos espero que esse seja o último. Não dá mais para começar de novo e nem para carregar ex-mulheres”.

Sem mais artigos