Em entrevista à revista Quem, nesta sexta-feira (04), Nívea Stelmann falou pela primeira vez sobre o conturbado fim do seu namoro com o jogador de futebol Elano. A atriz confirmou que o craque pulou o muro de sua casa e enviou para seu celular fotos íntimas, que foram usadas como um objeto de processo na justiça. 

“É uma questão complicada de falar. Aconteceu de fato, mas não julgo, não acho que tenha sido erro dele ou meu, os dois erraram. Jamais exporia ele em uma situação vexaminosa para o Brasil, nem ele nem outra pessoa”, comentou.

“Não tenho assunto proibido na minha vida. Realmente evitei falar sobre isso, mas se eu não falar agora, vão sempre ficar perguntando. É uma história que ele quer esquecer, que eu quero esquecer. Acho que é a história de duas pessoas que se apaixonaram muito e viveram essa paixão louca, e não tivemos maturidade para terminar essa relação como deveria ter terminado, com um conversa olho no olho, ou um telefonema. As coisas foram sendo atropeladas e coisas estranhas aconteceram, mas eu acho que não tem vilão nessa história, a gente errou junto”, continuou.

Ela ainda afirmou para a publicação que ficou feliz ao saber que o atleta refez sua vida amorosa. “Acho bacana que ele e eu estamos felizes. Ele não é uma pessoa má, ruim. Quero lembrar de coisas boas que serviram para a gente crescer, amadurecer, seguir em frente”, emendou.

A artista também fez questão de deixar claro que não existe ressentimentos em relação ao boleiro. “A gente não se odeia, pelo menos eu não odeio ninguém, mas não somos melhores amigos. A gente veio para evoluir, todo mundo comete erros, e eu não sou diferente. Eu peço desculpas quando erro e procuro ser amiga de todo mundo. Pretendo um dia encontrar com ele, tratá-lo bem, não tenho rancor”, finalizou.

Sem mais artigos