A atriz Nicole Kidman enfeita a capa da revista americana DuJour deste mês de novembro e contou sobre o fim do casamento de 10 anos com Tom Cruise, no ano 2000, e um pouco mais da sua vida pessoal.

“Eu estava loucamente apaixonada”, revelou sobre o início de sua relação com o astro em 1990, quando tinha somente 23 anos. “Eu babava por Tom. Teria ido até os confins da Terra por ele”.

Agora com 45 anos, uma das mais afamadas estrelas de Hollywood fez um balanço da relação com Cruise, dizendo que foi feliz, mas que a atenção exagerada da mídia sobre eles atrapalhou.

“Vivíamos numa bolha, somente nós dois. Tornamos-nos muito dependentes um do outro”, revelou.

Ela disse que antes do divórcio a vida deles era “perfeita” e que ficou surpresa com a separação repentina.

“Levou bastante tempo para cicatrizar. Foi um choque para o meu sistema”, disse.

Nicole, que vai interpretar a princesa Grace Kelly em Grace of Monaco (sem nome no Brasil, com previsão para 2014), se diz otimista na busca pelo amor, já que está bem e com duas filhas ao lado do cantor country Keith Urban.

“Minha vida mudou”, falou sobre ter encontrado Keith, elogiando-o como um “homem maravilhoso e atencioso”, que a faz sentir-se segura.

E no assunto maternidade, a musa está muito bem, obrigado com sua família unida, e contou que o nascimento de sua primogênita deu um novo ânimo para ela – a atriz australiana adotou um filho na união com Cruise, Connor, hoje com 17 anos.

“Demorou tanto para eu ter um filho. Senti uma enorme gratidão quando a Sunday completou isso que faltava em mim. É uma coisa muito particular, mas ela apenas curou”, disse a mamãezona sobre a menina nascida em 2008 – sua segunda filha nasceu em 2010, Faith Margaret.

Sem mais artigos