A atriz australiana Nicole Kidman passará cinco semanas na Bélgica para rodar uma produção em que ela dará vida a Grace Kelly, a mítica atriz americana que se transformou em princesa de Mônaco, informou nesta sexta-feira (26) o jornal Le Soir.

As filmagens da cinebiografia, que foram iniciadas no sul da França, serão concentradas em grande parte na Bélgica, país que co-produz o filme junto da Itália e França.

Durante mais de cinco semanas está previsto que Nicole rode em Bruxelas e nas cidades de Gent e Antuérpia junto ao restante do elenco, que também destaca o ator inglês Tim Roth, no papel de príncipe Rainier de Mônaco.

A equipe de Grace of Mônaco, que conta com direção do francês Olivier Dahan (o mesmo da bem-sucedida Piaf – Um Hino ao Amor, sobre a vida da cantora Edith Piaf), trabalhará do dia 20 de novembro até 26 de dezembro na Bélgica, país que fornece 20% do orçamento do filme, cerca de 4,5 milhões de euro.

Uma das principais locações das filmagens será o edifício do Parlamento de Bruxelas, que simulará o escritório do príncipe Rainier, assim como um círculo literário de Gent e os estúdios Eurocam de Lint, próximo a cidade de Antuérpia, onde os quartos e salas do Palácio Mônaco foram reconstruídos.

Concretamente, as cenas que a atriz australiana gravará no Parlamento bruxelense corresponderão ao momento em que Grace Kelly renúncia a sua carreira de atriz nos Estados Unidos para se consagrar com status de princesa monegasca, apontou o rotativo belga.

A história está ambientada entre dezembro de 1961 e novembro de 1962, quando a artista, já afastada do estrelato cinematográfico, sente nostalgia por sua carreira e, mesmo assim, rejeita as novas propostas vindas de Hollywood para não discordar de Rainier e dos monegascos, que achavam inconcebível a atriz voltar a atuar

Sem mais artigos