A ex-garota de programa Raquel Pacheco, mais conhecida como Bruna Surfistinha, pode ter as suas histórias contadas na telona.

O livro de Bruna, O Doce Veneno do Escorpião – O diário de uma garota de programa vendeu 10 mil exemplares em apenas duas semanas. Uma nova edição de mais 10 mil cópias está em processo de produção e já tem lista de espera.

O dono da editora responsável pela publicação do material (Panda Books), o jornalista Marcelo Duarte, acredita que o livro tenha virado um fenômeno porque as histórias são muito boas. Fora o tema ser tabu e objeto de curiosidade de muita gente.

Além de já existirem interessados na compra dos direitos do diário para o Cinema, Marcelo já recebeu propostas para lançar ‘Doce Veneno’ em Portugal.

O livro de Bruna ocupa o 2º lugar na lista dos mais vendidos na categoria ‘não-ficção’, no ranking publicado pela revista Veja nesta semana.

Sem mais artigos