Quando a Aids foi diagnosticada, no começo dos anos 80, foi como um jato de água fria na chamada revolução sexual. Como as primeiras vítimas eram homossexuais, logo foi – equivocadamente – chamada de “peste gay”. Um grande erro que custou a vida de muitas pessoas que não seguiam essa orientação sexual anos depois. Ao mesmo tempo, celebridades homossexuais que publicamente estavam no armário (e outras que não) foram vitimadas pelo vírus do HIV. A sífilis do século 20 mataria (e mata) muitas pessoas – famosas ou não. O estigma estava plantando, mas famsoos como a estrela mundial de basquete Magic Johnson, ao declarar ser HIV positivo, em 1992, contribui muito para que preconceitos contra a doença fossem repensados.

Desde 1988, no Brasil, o dia 1º de dezembro é considerado Dia Mundial de Luta Contra a Aids, criado pela Assembléia Mundial de Saúde, com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU). A data tem como intuito conscientizar a população sobre a doença, relembrar as pessoas sobre a importância da prevenção e as pessoas mortas pela epidemia e acabar com o preconceito em relação aos portadores do vírus.

Muitas celebridades se engajam nessa campanha desde os anos 80 como Liz Taylor quando viva e hoje Lady Gaga, por exemplo. Mas, de certa forma, a doença ter atingido, infelizmente, muitos famosos, em um mundo tão midiático, trouxe também muita consciência sobre a doença e tirou um pouco de seu estigma.

Veja acima galeria de famosos que contraíram o vírus HIV.

Sem mais artigos