Deborah Secco e Allyson Castro

Allyson Castro

Allyson Castro, de 33 anos, é um cantor gospel natural de Porto Velho que viu sua vida virar foco de atenção da mídia repentinamente, após ser apontado como o novo namorado da atriz Deborah Secco. Entretanto isso não parece mexer muito com a sua cabeça. Sereno e calmo, ele conversou com exclusividade com o Virgula Famosos e falou sobre sua juventude, sua reaproximação com a Igreja Católica, de quando conheceu a atriz que interpretou Bruna Surfistinha no cinema, de sua carreira e de como se sentiu ao virar o centro de atenção dos paparazzis.

“Em um primeiro momento assusta, porque de uma hora para outra você aparece em todos os lugares, mas eu vou ser sincero. As coisas acontecem de uma maneira muito bonita na minha vida e eu disse: ‘Que seja feita a vontade de Deus’. O que a gente tem medo [da cobertura da mídia] é que sejam maldosos, mas posso falar? Eu acho que nunca me senti tão em paz, eu nunca me senti tão bem, resolvido na minha vida. A Deborah é uma pessoa extremamente querida, uma pessoa maravilhosa. A gente começou uma amizade bonita e foi desenrolando para isso”, disse o cantor sobre a sua relação com a atriz e a repercussão na mídia.

O assédio não tem incomodado Castro, porém não gostou “dos boatos de que teria sido o pivô da separação entre Deborah e Roger Flores e de que ela foi o motivo do meu rompimento com a minha ex-noiva”. Retrucou: “Isso nem sequer passava na minha cabeça. A Deborah vivia o drama dela, eu viva o meu. E isso não teve nada a ver. Logo em seguida, eu vivi o drama da minha mãe (que está internada no Hospital Central de Porto Velho)… E nós nunca teríamos tido um relacionamento extraconjugal. Nunca que isso aconteceria”.

Allyson Castro conheceu Deborah Secco em 2000, quando se mudou para o Rio de Janeiro. Em solo carioca, o acaso fez com que ele trabalhasse como ator em peças dirigidas pela madrinha de Deborah e por sua mãe, Sílvia Regina Fialho. Nessa época, a atriz integrava o elenco de Laços de Família: “Foi nessa época que eu conheci a Deborah e a gente foi criando uma amizade. Ela acompanhava, ás vezes, o ensaio. Ela sempre foi uma pessoa muito querida”.

Entretanto, o caminho de sua infância em Porto Velho até a sua carreira gospel no Rio de Janeiro não foi tão simples. Castro teve uma infância maravilhosa, como ele mesmo diz. Embora tenha estudado em colégio católico, ele não foi um adolescente muito religioso: “Minha família sempre foi católica, de frequentar a missa todos os domingos, mas eu tive uma catequese um pouco mais superficial, na época”.

“Eu morava em um hotel em Porto Velho, que era da minha família. E chegou um momento que eu decidi que tinha que correr atrás da minha vida”. Aos quinze anos, o cantor então se mudou para Belo Horizonte para se preparar para fazer medicina. Entretanto, na capital mineira, Castro se aproximou das artes e começou a participar de peças escolares entre outras coisas.

O estudante passou em medicina em Cuba, mas a vivência anterior com a arte o fez chegar na terra de Fidel Castro com um pé atrás em relação ao seu futuro com a carreira na saúde. Depois de quase um ano em solo estrangeiro, Allyson voltou a Rondônia, sobre o pretexto de estudar advocacia.

Voltando aos estudos em sua terra natal, a sua relação com a música ficou cada vez mais estreita e forte até que o jovem decidiu ir para o Rio de Janeiro, se comprometendo com a família, que não apoiava a sua carreira artística, a terminar os estudos.

Castro cumpriu a promessa, mas ao se graduar em direito, sua vida já estava comprometida com a música. Na época, ele tocava MPB e estava prestes a lançar um primeiro CD, mas a avó de uma ex-namorada o fez voltar às suas raízes católicas com mais força e sua música migrou para o gospel. Desde então, ele já lançou quatro álbuns, incluindo um com regravações de músicas religiosas de Elvis Presley. Quanto a seus planos futuros, Castro quer continuar seu caminho no mesmo ritmo.

Em declaração ao jornal Extra, Deborah Secco disse sobre sua relação com Allyson Castro: “Não tenho nada para mostrar nem para esconder. Estou bem, o romance está bom”. O Virgula Famosos tentou entrar em contato com a atriz mas não obteve resposta.

Veja mais fotos na galeria acima.

'O que me incomodou foram os boatos de que eu teria sido o pivô da separação de Deborah', diz Allyson Castro

Sem mais artigos