Entrevistada ilustre de Piers Morgan em seu programa de estreia na noite desta segunda-feira (17), a apresentadora Oprah Winfrey contou sobre a gravidez que enfrentou aos 14 anos de idade. “Achei que a vida tinha acabado. Pensei que, depois do bebê nascer, iria me matar”, afirmou a artista ao apresentador.

“Eu pensei em fazer coisas estúpidas como beber detergente e tantas outras coisas que você pensa quando está tentando realmente pedir ajuda”, continuou a artista.

Winfrey declarou também que foi morar com o pai depois de engravidar. “Ele me falou as regras da casa, de como ele estava envergonhado em ver uma filha grávida de um filho ilegítimo”.

Oprah falou ainda que a morte da criança foi como se tivessem lhe dado uma segunda chance em sua vida. “Se isso não tivesse acontecido, toda minha trajetória seria diferente”, destacou.

Ao ser questionada sobre o que pretende fazer com sua fortuna depois de morrer, ela foi categórica. “Tudo o que eu tenho vai para caridade porque eu não tenho filhos. Eu acredito que é isso que deve ser feito”.

Sem mais artigos