O presidente francês Nicolas Sarkozy teve uma grande surpresa no domingo (23) ao acessar a sua página no Facebook. A conta havia sido pirateada por alguns instantes, o suficiente para que os hackers escrevessem uma mensagem de que ele não seria candidato à reeleição em 2012.

Com uma nota divulgada por ele mesmo, Sarkozy diz que sua página foi pirateada “talvez para lembrar que nenhum sistema é infalível”. Além disso, o presidente da França ainda brincou com os diversos erros na escrita da mensagem. Porém, negou que seja verdade a informação divulgada pelos hackers e afirmou que até o fim deste ano anunciará se pretende ou não disputar a reeleição para a Presidência do país, cujas eleições acontecem no ano que vem.

Sem mais artigos