A página do Facebook da cantora Wanessa tem mais de 2 milhões de seguidores. O que não quer dizer, no entanto, que eles idolatrem a filha de Zezé Di Camargo além de sua música. Na noite desta quarta-feira (08), Wanessa manifestou seu apoio ao candidato à presidência pelo PSDB Aécio Neves e foi criticada nos comentários.

“Aécio é o caminho seguro para o Brasil mudar de verdade”, escreveu a cantora que é mulher de Marcus Buaiz, empresário sócio de do ex-jogador Ronaldo Luís Nazário de Lima e amigo pessoal de Aécio Neves.

 

//

Os comentários da publicação de Wanessa, no entanto, não foram favoráveis à opinião da cantora. “Você pode apoiar Aécio, afinal você tem dinheiro, mas eu não, não sou louco”, escreveu um, “A mulher é cheia de fã ‘viado’ e me escolhe o Aécio. Wanessa, amiga, assim não dá para te defender”, afirmou outro. Houve claro, quem concordasse, mas a maioria não.

O Virgula entrevistou o candidato Aécio (você pode ler aqui) e, dentre os temas abordados, o presidenciável foi questionado a respeito do combate a homofobia. Veja abaixo:

Virgula – O que acha da distribuição de kit anti-homofobia nas escolas?

O candidato não respondeu à pergunta.

Virgula – O senhor é a favor da criminalização da homofobia?

O governo federal deve se articular em diversos níveis para promover a igualdade de direitos da comunidade LGBT e ampliar a participação de ativistas nos debates internos. Vamos lutar por avanços no reconhecimento da identidade de gênero e na adoção de crianças por casais homoafetivos. E precisamos acabar com a homofobia. E para isso é preciso criminalizá-la.

Sem mais artigos