Você conhece o rapaz acima? Ele é Chet Hanks, de 24 anos, filho mais velho do astro de Hollywood Tom Hanks com Rita Wilson, que a acabou de lançar uma música, Karma Tattoo, disponível no Spotify e no Soundcloud. Mas, pelo título acima, já deu para perceber que o motivo desta nota não sobre o som do rapaz, certo? Chet Hanx (o novo nome artístico do menino que antes atendia por Chet Haze) publicou recentemente, em seu perfil do Instagram, um desabafo no qual ele falou abertamente sobre seu vício em cocaína, do qual ele está livre há 50 dias.

Ficou curioso pelo som do rapaz? Escuta aí Karma Tatto:

Bem, agora vamos voltar à luta Chet para ficar livre das drogas. “Luto contra o abuso de substâncias desde que tenho 16 anos e agora, aos 24 anos, finalmente decidi buscar ajuda e ir para a reabilitação. Com 50 dias de sobriedade eu posso, honestamente, dizer que nunca estive tão feliz na vida. Sou grato à minha família e a todos que se preocuparam comigo, inclusive os meus fãs. Fui abençoado com os programas de AA e NA que me permitem enfrentar essa doença. Estou aprendendo a aceitar meus defeitos e ficar bem comigo mesmo. Se alguém também está na luta contra o vício, sinta-se à vontade para conversar (comigo). Obrigado a todos pelo amor e apoio! Deus existe!”, escreveu o rapaz na legenda do vídeo (veja aqui) publicado no Instagram.

Politizado, Chet Hanks comentou também a decisão da Justiça estadunidense em não julgar o policial que matou o jovem negro em Ferguson (aqui). Para o rapaz, o caso é de pena de morte. Será que precisamos mesmo dessa sentença? Ah, não tá ligado nessa treta? Veja aqui ;)

Sem mais artigos