A anunciada última novela de Manoel Carlos, de 81 anos, não fechará com chave de ouro a carreira consagrada do autor nos folhetins brasileiros. Com audiência baixa e personagens rejeitados pelo público, Em Família encerrará antes do previsto.  No entanto, Maneco (como é conhecido) não faz tempestade em copo d’água e em entrevista publicada no jornal O Dia, declarou: ‘As pessoas têm o direito de não gostar da novela’.

Para o autor, o motivo de Em Família não ter agradado se deve a falta de apelo popular da trama.  “Uma novela que coloca, às 21 horas, (os compositores clássicos) Villa-Lobos, Chopin e Debussy, além de mostrar exposição de fotos, de artes plásticas e de teatro, não está aguardando um grande sucesso popular, mas quem viu a novela todas as noites sempre se beneficiou do que viu e do que ouviu. Isso é gratificante”, disse o Maneco ao jornal.

Apesar das críticas, a avaliação de Manoel Carlos para seu última novela é boa. “Bem dentro do padrão de todos os meus trabalhos anteriores: textos longos, conflitos familiares, principalmente entre pais e filhos”, afirmou o autor que disse ainda que o que quer agora é tirar férias, viajar e não tem nenhum novo projeto de trabalho para 2014.

Sem mais artigos