O que é mais estranho? Daniel Radicliffe fazer papel de galã, ou Julianne Moore, nomeada quatro vezes ao Oscar, integrar o elenco do blockbuster juvenil Jogos Vorazes? Bem, estranho é achar que um ator só pode fazer um tipo de papel, mas o que importa, aqui, é que veio a calhar que os dois atores responderam essa pergunta. Radicliffe em uma entrevista à Associated Press (veja aqui) e Julianne à revista More cuja capa ela estampa.

Aos 53 anos, Julianne é uma atriz consagrada como um ISO de qualidade. O que a faria então uma atriz que recebeu um prêmio de melhor atriz da Associação de Críticos de Cinema de Boston (BSFC) por sua atuação em Tio Vânia em Nova York, um registro da peça de Anton Tchecov dirigido por Louis Malle (ver trailer abaixo), integrar o elenco de Jogos Vorazes? Dinheiro? Não, mas sim os filhos Caleb, de 16 anos, e Liv, de 12.

“A maioria dos filmes que eu faço não são para as crianças. (…) Meus filhos amaram os livros da saga Jogos Vorazes. Para eles, eu aceitar o papel foi  muito importante. (…) Você escolhe o seu  trabalho. Você escolhe a sua vida. É daí que o seu poder vem, e isso é um grande sentimento…”, disse Julianne. Simples assim, sem dramas ;)

Sem mais artigos