Missy Elliot fez uma revelação bombástica durante sua participação no programa Behind the Music, exibido pelo canal VH1 nos Estados Unidos, na quarta-feira (30). Segundo a rapper, ela foi molestada durante um ano por seu primo em sua infância. “Todos os dias, ele queria que eu fosse à sua casa depois da escola. Tornou-se sexual, o que, na ocasião, eu não fazia a menor ideia do que era. Só sabia que era algo errado”.

Ainda de acordo com a cantora, ela optou por não falar para ninguém, e isso causou um enorme trauma até hoje, mais de três décadas depois. “Ser molestada é algo que não desaparece. Lembro-me disso como se tivesse ocorrido ontem”, comentou ela.

A rapper, que completou 40 anos nesta sexta-feira (01), também falou sobre a pobreza enfrentada por ela e sua família na infância. “Havia muitos ratos na minha casa e me recordo de meu pai pegando o jornal para bater em mim e se livrar de um camundongo que corria sobre mim enquanto eu dormia”.

Segundo Missy, não existia sequer água corrente onde ela morava, que precisava usar penico disposto ao lado de sua cama para fazer as necessidades básicas. “Não tínhamos banheiro”, contou.

Sem mais artigos