Na madrugada deste domingo (29), a cantora Rita Lee se envolveu em um imbróglio com as autoridades de Aracaju, durante sua apresentação no Festival Verão de Sergipe.

No decorrer do show, a cantora diz ter visto alguns de seus fãs sendo agredidos por policiais.

Segundo testemunhas, os policiais estavam instando algumas pessoas que “estariam consumindo maconha”. Rita, ainda calma, disse que não os queria em sua apresentação e completou : “Vocês são legais, vão lá fumar um baseadinho”.

Logo após, os policiais formaram uma parede humana em frente ao palco, o que irritou a cantora. Rita lembrou ter vivido nos tempos da Ditadura Militar e xingou os PMs.

No fim da apresentação, a veterana foi levada para a delegacia e tuitou enquanto estava no caminho: “Tô indo p/ a delegacia…a polícia d Aju ñ gosta d mim mas Sergipe gosta, estou dentro do carro, eles estaaoentravv [sic].”

A vereadora Heloísa Helena aguardava Rita mesmo antes da cantora chegar na delegacia e testemunhou ao seu favor, já que estava presente na apresentação.

Na manhã deste domingo, Rita Lee voltou ao Twitter e postou: “Sôlta, graças à vereadora Heloísa Helena q estava na platéia e prestou idêntica versāo”.

Rita explicou no boletim de ocorrência que “todo o ocorrido se deu como uma reação emocional, provocada pela ação truculenta desnecessária”.

Sem mais artigos