Rodrigo Lombardi é o destaque da revista Go’Where deste mês de abril. Na entrevista, ele fala sobre como foi a estreia de seu novo espetáculo Dom Juan, que está em cartaz na cidade de São Paulo.

“Estreia é estreia. Um frio na barriga imenso. Você começa a pensar: Primeira cena, como é que começa? Chega uma hora que você não pode mais pensar no espetáculo. O negócio é guardar energia para amanhã”, disse o ator.

O galã também contou sobre o começo de sua profissão: “Eu me lembro de uma época em que haviam se passado cinco anos, minha carreira se resumia a meia dúzia de comerciais, um evento e uma peça amadora. Pensava: vou desistir, mas aí eu voltava atrás. Eu venci pela insistência”.

Eternizado com o personagem Raj, de Caminho das Índias, que encantou muita gente, o ator relembrou de como foi receber o convite da autora da novela: “Alô, Rodrigo? é a Gloria Perez. Você anda a cavalo? Porque, na minha próxima novela, você vai ser um indiano jogador de polo. Ah, a gente vai para a Índia. Mais tarde a produção liga pra você. Beijo”.

Depois de viver Herculano em O Astro, Rodrigo estará na próxima novela das 21h, Salve Jorge, também escrita por Gloria Perez: “Eu vou fazer o Téo, que é da cavalaria da polícia militar, devoto de São Jorge e trabalha na UPP do morro do Alemão. Ele vai se apaixonar pela personagem da Amanda Acosta, que é ludibriada por um emprego no exterior e vai parar na Turquia. Téo vai atrás dela”.

Sem mais artigos