Rolou estresse ontem no SPFW. Enquanto todo mundo estava atento para os desfiles, famosos e tal, um grupo de ativistas da organização não governamental Projeto Esperança Animal (PEA) distribuiam folhetos no portão de acesso ao Pavilhão da Bienal, onde acontece o São Paulo Fashion Week.

Os folhetos falavam sobre o uso de peles de animais. Segundo eles, no Fashion Rio e agora em São Paulo, algumas marcas usaram pele de coelho.

Até aí, as pessoas civilizadas pegavam os folhetos e entravam sem problemas, mas os brutamontes dos seguranças só aguardavam a galera entrar para arrancar o papel das mãos e jogar no chão. (Além de tudo, sujaram o espaço inteiro).

Sem mais artigos