O vencedor da edição brasileira do The Voice, Sam Alves, falou sobre a vitória e sobre o fato de ser adotivo no programa Encontro com Fátima Bernardes desta sexta-feira (03). A mãe adotiva do cantor, Raquel, também estava na atração e contou como conheceu o filho.

“Havia chovido, a caixa estava úmida. Tocaram a campainha, eram quase 2h da manhã, vi a caixa e tinha algo se mexendo. Era uma criança, era a resposta de uma oração que fiz para Deus porque eu tinha pedido um filho. Tinha a data de nascimento, a última hora que ele tinha mamado (…) Ele era uma criança que não dava trabalho nenhum. Acredito que gosta de música desde a barriga (…)É uma alegria muito grande. Eu vi aquele bebê e sempre acreditei naquilo. Ele era muito pequeno, muito doente. Ficou sete dias internado. A gente tem que acreditar em pequenas coisas”, contou Raquel sobre a chegada repentina de Sam.

O cantor também falou do assunto e disse que nunca pensou como seria sua vida sem seus pais adotivos: “Eu nunca parei para imaginar. Sou muito grato. Não tenho essa curiosidade. Não tenho sentimento negativo em relação aos meus pais biológicos. Eu tenho minha mãe e meu pai”.

Aproveitando a ocasião, Sam Alves também falou sobre sua vitória na edição brasileira do The Voice. “A ficha ainda está caindo, minha vida mudou agora (…) Andar na rua é muito diferente, toda hora tem gente querendo tirar foto, pedindo autógrafo, é muito carinho. Ser reconhecido e elogiado mostra que fiz algo correto”.

Sem mais artigos