Simon Cowell, jurado do programa ‘Britain’s Got Talent’, tem gerado polêmica depois de dizer que gostaria de tirar seu filho da escola quando ele completasse 10 anos. Eric tem hoje 5 anos.

“Se eu pudesse tiraria ele da escola e o colocaria para trabalhar comigo. Eu fui muito melhor fora da escola. Eu não tinha estresse com lição de casa porque eu não fazia nenhuma. Uma criança saudável e feliz é mais importante do que uma criança educada além da média e estressada”, disse Simon.

E continuou: “crianças têm que ser crianças. Vejo tantas hoje pressionadas o tempo todo para serem melhores. São ensinadas que precisam ter resultados rápidos ou são perdedores. Eu nunca colocaria Eric sob esta pressão”.

A declaração repercutiu mal das redes sociais e entre profissionais da área. Tanto que o diretor do comitê nacional de educação da Inglaterra, Robert Halfon, comentou publicamente que este tipo de atitude de alguém famoso é um grave problema.

“É importante que alguém como ele seja um bom exemplo. Para muitas crianças de classes mais baixas, a educação é a única maneira de melhorar suas vidas e ter um futuro melhor. Além disso, a escola é também o lugar onde as crianças e adolescentes encontram conforto, suporte, amizade e, em muitos casos, fazem as únicas refeições do dia. Ele precisa ter cuidado com o que diz”, afirmou Halfon.

Segundo o site The Sun, em 2013, Cowell, que largou o estudo na adolescência, já havia gerado polêmica parecida ao dizer que a escola não significou nada para ele e que sucesso se atinge com sorte.

Sem mais artigos