Tatá Werneck está se preparando para viver a periguete Valdirene na novela Amor à Vida, que estreia em junho, substituindo Salve Jorge, na TV Globo. Em entrevista para o jornal O Dia, deste domingo (21), ela falou sobre o desafio que está encarando.

“Sempre fui extremamente tímida e a Valdirene se acha supersensual. No fundo, não é. Em todo caso, ela não tem vergonha de andar de minishort e blusas que deixam a barriga de fora. Eu tenho muita. Então, o primeiro passo foi abrir mão dessa timidez, entrar numa academia e deixar fluir”, disse a atriz.

Para se sentir mais a vontade ao vestir modelitos curtinhos, ela pegou pesado na malhação e chegou a perder quatro quilos. Sem perder o bom-humor, ela conta o que precisou fazer: “Só malhei em três períodos na vida: quando terminei o namoro, quando terminei de novo, e agora para a novela. Comecei com corrida na areia, mas fiquei com marca de short e usei isso como desculpa para parar. Depois fiz spinning, glúteos, abdômen e, às vezes, natação. O mais importante era emagrecer. Estava muito gordinha e barriguda, e adorava”.

Tatá também comentou a participação especial do jogador do Santos na novela: “Neymar é incrível! Eu estava nervosa, mas ele foi tão legal, tão simples, que fiquei à vontade. Tivemos várias crises de riso e precisamos parar. Ele é engraçado, espontâneo e tem um brilhante na orelha que paga um ano do meu aluguel. Valdirene corre atrás de todo mundo: ‘Me diz quanto você tem que já te dou um trato, rapá’”.

Sem mais artigos