Com seu bom-humor de sempre, Tatá Werneck participou do programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, na manhã desta quinta-feira (19). Para a novela Amor à Vida, no papel de Valdirene, ela chegou a gravar várias cenas com atletas bastante conhecidos. Na entrevista, ela contou como foram algumas delas.

“Na cena com o Neymar eu estava nas minhas primeiras semanas de gravação e foi ele quem me tranquilizou. Eu pisei no pé dele e vieram logo nove homens para ver o que tinha acontecido porque tinha jogo. Imagina se o Neymar fica sem jogar por minha causa, esse dedo ia sair do meu salário. O (Alexandre) Pato foi ótimo, fiquei muito amiga dele, ele é muito simpático e muito gentil. Já com o (Vitor) Belfort eu fiquei com medo. Ele tinha vindo de uma luta e estava com a mão inchada. E ele é grande, a mulher é grande…”, brincou a atriz.

Sobre o figurino de sua personagem, ela chegou a comentar: “Uma vez eu fui com um macacão, daqueles que mostrava até o rim e tudo, e encontrei aqueles caras gatos da Globo, que você olha e fala: ‘Meu Deus, eu gostaria de ter você’. E estavam todos olhando, e eu fiquei morrendo de vergonha”.

Apesar de suas constantes brincadeiras, ela garante: “Eu sou a pessoa mais tímida do mundo”. E continuou: “Eu vou à praia, eu dou um pliê para trás para tirar a roupa, eu tenho vergonha da barriga. Então, quando me vieram com uma cena de barriga de fora, eu rezei três Pai Nosso, porque tenho muita vergonha . E aí malhei, mas depois com o ritmo de gravação eu não consegui manter”.

Tatá Werneck sobre cena que gravou com Alexandre Pato na novela: 'Fiquei muito amiga dele'

Sem mais artigos