Theodore Kaczynski, o famoso terrorista conhecido como “Unabomber”, que enviava cartas bombas para universidades e aeroportos, pediu para o governo dos EUA que devolvam alguns de seus pertences pessoais, dentre eles, uma bomba de fabricação caseira.

Unabomber, que cumpre prisão perpétua em uma prisão de segurança máxima no colorado, pede que o governo envie seus documentos e outros pertences à Universidade de Michigan, que tem arquivados mais de 15 mil de seus documentos.

“Este tribunal deve levar em conta os interesses de Kaczynski, do público e dos acadêmicos sobre o que se pode aprender de um estudo destes documentos”, disse o “Unabomber” no pedido. “Um estudo semelhante ajudaria a revelar os verdadeiros fatos do caso”, acrescentou o lunático, quer dizer, o terrorista.

Sem mais artigos