Tevez pai e filho na Bombonera em 2017

Télam/Reprodução Tevez pai e filho na Bombonera em 2017

Carlitos Tevez deu uma declaração homofóbica para o canal de TV TyC Sports, ao falar do filh0 Lito, de 3 anos. A fala provocou grandes debates na Argentina.

“Ele vai ao Fuerte Apache comigo. É pequeno, ainda, mas pense: a mãe, as irmãs, as avós… Ele é o único homem. Se eu não o levo para o bairro comigo para que lhe deem uns tabefes, ele desmunheca”, disse o jogador do Boca Juniors.

“Eu o levo ao bairro comigo para ele se desenvolver com os moleques de lá. Para ele jogar bola”, completou.

Recentemente, Tevez também havia sido criticado por dizer que passou sete meses de férias na China, período em que recebeu cerca de R$ 150 milhões e fez apenas quatro gols em 16 jogos.

Sem mais artigos