Thiago Lacerda, de 35, é pai de Gael, de 5 anos, e Cora, de 2 anos, frutos de seu casamento com a também atriz Vanessa Lóes, de 40 anos. Em entrevista publicada nesta segunda-feira (16), no site da novela Joia Rara, o ator disse que a paternidade o ajudou a moldar seu personagem. Na trama ele será o operário comunista Toni que é preso e fica longe da família.

“O medo que a gente tem dessa ideia de ser afastado do filho quando ainda não é pai é muito diferente de quando nos tornamos mesmo. O sentimento se transforma. Não sei se necessariamente uso diretamente isso, mas é claro que ser pai traz uma qualidade de material para poder usar na hora de contar uma história dessas”, disse o ator ao site.

Ambientada na década de 30, o clima de época já é familiar a Lacerda, que fez sucesso na novela Terra Nostra, de 1999. “O legal desta vez é que meu personagem está envolvido na luta operária, no movimento de classes. Os anos 30 formataram tudo o que a gente tem hoje de leis trabalhistas. Foi uma época muito importante para a vida moderna, por isso é bacana poder contar essa história para as pessoas”, afirmou ele.

O tema político também não é avesso ao ator, que afirmou ter conhecidos que já passaram por situações similares às de seu personagem. “Tenho alguns depoimentos de pessoas muito próximas que viveram essa experiência e referências como o livro Memórias do Cárcere, de Graciliano Ramos, além de muitos filmes que contam um pouquinho dessa história do preso político”, disse Lacerda.

Sem mais artigos