Depois de ter adotado um casal de irmãos que a mãe, viciada em crack, morreu e o pai resolveu deixa-los em um abrigo, o novelista Walcyr Carrasco acaba de perder a guarda dos pré-adolescentes. As informações são da coluna Retratos da Vida, do jornal Extra, nesta segunda-feira (16).

O serviço social, designado pela Justiça para acompanhar o processo de adoção, verificou que tinha muitas desavenças entre o pai adotivo e o casal de crianças, segundo comentários nos corredores da Globo. Os psicólogos então acharam melhor que eles retornassem ao abrigo.

O autor teve a adoção facilidade por ser uma figura notória e pelas crianças terem uma idade já avançada para serem adotados, 12 e 13 anos.



Sem mais artigos