O piloto espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, revelou nesta quinta-feira que a equipe italiana terá uma série de melhorias aerodinâmicas no carro durante o Grande Prêmio da Turquia, que será disputado no próximo fim de semana, mas disse que não espera grandes mudanças no desempenho do 150º Italia.

“Já na Turquia, vamos ter alguns novos componentes aerodinâmicos, mas as atualizações ainda devem chegar nas corridas seguintes. Eu não estou esperando uma revolução em Istambul”, escreveu o piloto em seu blog no site da Ferrari.

“Na sexta-feira, vamos ver se as novas peças funcionam do jeito que estamos esperando, mas nós estamos bem conscientes de que os outros não ficaram à toa nas últimas semanas, por isso é impossível dizer hoje onde estamos em relação aos nossos principais rivais”, completou Alonso, que preferiu não dizer o que representaria um bom resultado em Istambul.

“Não quero fazer nenhuma previsão sobre o resultado final. Sabemos que será difícil para nós, mas vontade de trabalhar duro e ir bem não está faltando”, garantiu o espanhol, que atualmente é o quinto colocado do mundial, com 26 pontos.

Com resultados apenas regulares nas três primeiras corridas do ano (um quarto, um sexto e um sétimo lugar), o bicampeão da principal categoria do automobilismo considerou a pausa de três semanas desde o GP da China longa, mas importante.

“Tivemos uma pausa um pouco mais longa que o habitual, mas era necessário para fazer uma pausa para respirar após as corridas antes do início da temporada europeia”, declarou Alonso, que ainda analisou o circuito Istanbul Park, onde a corrida de domingo será disputada.

“O circuito de Istambul é muito técnico, com muitos tipos diferentes de curvas, trechos de alta e de grandes baixas e alguns setores em que era possível ultrapassa no passado. Neste ano, deve ser mais fácil ainda, graças à asa traseira móvel”, comentou o piloto, que nunca venceu em seis edições da corrida em Istambul. 

Sem mais artigos