Um americano de 28 anos foi acusado de enviar spams a mais 1,2 milhão de internautas do provedor AOL. O jovem foi condenado a dois anos e meio de prisão e terá de pagar uma indenização ao AOL de US$ 183 mil.

Adam Vitale descobriu como mandar e-mails em massa ao burlar o filtro anti-spam do provedor, junto com o amigo Todd Moeller.

Vitale foi descoberto em 2005 por um agente disfarçado e considerado culpado em 2007. Depois, o jovem teve o recurso negado e a sentença foi concluída nesta terça-feira.

A sentença do parceiro de Vitale, já havia saído 27 meses antes. Os Estados Unidos são os campeões mundiais de lixo eletrônico (spams), em maio a Justiça americana condenou outros dois “spammers” a pagar uma indenização ao MySpace.

Sem mais artigos