Brasileiro está cuidando melhor do dinheiro, diz pesquisa

Um relatório produzido pela Kantar IBOPE Media mostrou as principais mudanças no setor financeiro durante a pandemia ao observar o comportamento do brasileiro.

A entrada de players digitais chacoalhou a forma de atender o cliente. A digitalização, no entanto, acelerou por conta da pandemia de covid-19. Diante das orientações de distanciamento social, serviços como cashback, PIX e QR Code se popularizaram e transformaram a forma como o brasileiro se relaciona com o dinheiro.

O cenário de incertezas fez com que o brasileiro passasse a poupar mais. De acordo com a Kantar IBOPE Media, hoje 81% das pessoas gastam dinheiro com mais cuidado do que o faziam antes da pandemia.

Esse tipo de comportamento apresentou um crescimento de 32% em relação aos dados de cinco anos atrás. Esse hábito, inclusive, é mais visível entre a Geração Y (26-40 anos), uma vez que 60% das pessoas dentro dessa faixa etária estão preocupadas com suas aplicações.

A Geração X (41-60 anos) e os Baby Boomers (60-75 anos) aparecem em seguida, com 56% e 49%, respectivamente. A Geração Z (18-25 anos), por sua vez, é a menos prevenida, com 48%.

Mãe cria agência de empregos em casa após filhos ficarem pedindo dinheiro

Mãe cria agência de empregos em casa após filhos ficarem pedindo dinheiro Mãe cria agência de empregos em casa após filhos ficarem pedindo dinheiro Mãe cria agência de empregos em casa após filhos ficarem pedindo dinheiro Mãe cria agência de empregos em casa após filhos ficarem pedindo dinheiro Mãe cria agência de empregos em casa após filhos ficarem pedindo dinheiro Mãe cria agência de empregos em casa após filhos ficarem pedindo dinheiro Mãe cria agência de empregos em casa após filhos ficarem pedindo dinheiro Agência tem ficha de inscrição, entrevista, contrato e até linha de crédito Créditos: Reprodução

Brasileiro adquire nova relação com o dinheiro na pandemia, diz pesquisa

Sem mais artigos