A política brasileira Marina Silva foi um dos destaques do Shorty Awards, prêmio considerado o Oscar do Twitter e que destaca os “arrobas” que produzem o melhor conteúdo dentro da mídia social. Marina, que venceu na categoria “política”, aliás, não foi a única brasileira a se dar bem: Rene Silva Santos, que denunciou conflitos entre traficantes e policiais no Complexo do Alemão, faturou em “inovação”, enquanto o publicitário Edu Trevisan, autor do perfil conta Lei Seca RJ, foi o vencedor na categoria “notícias”.

Essa foi a terceira edição do Shorty, que tem entre seus jurados o criador do Wikipedia, Jimmy Wales. Uma das curiosidades na lista de “quase” vencedores é a presença do músico Falcão, que ficou em 2º lugar na categoria “design”.

Esta foi a terceira edição do prêmio que, segundo os organizadores, reconhece pessoas e organizações que produzem o melhor conteúdo na mídia social.
 

Sem mais artigos