Depois de muita especulação, saiu o decreto do governo que isenta smartphones de impostos que chegam a 30% sobre o valor do produto. A lei estipula que os celulares benificiados por ela custem até 1500 reais. Pela lei, entretanto, os dispositivos terão que sair de fábrica com aplicativos brasileiros.

O decreto não vale para todos os smartphones disponíveis no país. Pelo contrário, serão as empresas que escolheram que produtos incluir na isenção fiscal. Para tanto, o aparelho terá de ter no mínimo um display de duas polegadas e um sistema operacional que permita aplicativos criados por terceiros.

Até o momento, algumas empresas já se pronunciaram e anunciaram que colocarão alguns de seus produtos, na sua maioria celulares intermediários, nas condições do descreto. Entre elas estão a LG, a Nokia e a Motorola. Entretanto, o desconto real para o consumidor deve ficar por volta de R$ 100. Os valores devem entrar em prática até o Dia das Mães.

Sem mais artigos