O piloto brasileiro Felipe Massa, da Williams, considera que a Mercedes está acima do resto das equipes neste começo de Mundial, mas entende que atrás da escuderia alemã “tudo está muito aberto”.

“Tudo é possível agora. Em relação aos demais, eu diria que por enquanto as Mercedes são mais rápidas, mas depois da Mercedes tudo está muito aberto e nós podemos estar aí”, afirmou Massa.

Embora o brasileiro teve que abandonar na primeira volta e o finlandês Valtteri Bottas terminou em quinto no GP da Austrália, o FW36 da Williams demonstrou um bom ritmo de corrida.

Ao ser questionado se a Williams é atualmente o principal adversário da Mercedes quanto ao ritmo de corrida, Massa comentou que “não é impossível”, em declarações à Autosport.

“A McLaren fez uma boa corrida, com seus dois carros em bons pontos e líderes do campeonato. Eu diria que no GP da Austrália nós poderíamos ter terminado com os dois carros em uma posição similar à McLaren“, comentou.

Massa se declarou “feliz com o carro e com o rendimento”, mas alertou que ainda “há muito o que melhorar”.

“Falta muito para fazer”, acrescentou, “mas vendo onde estamos, acho que é um bom começo. O carro é mais competitivo em corrida que na sessão de qualificação”.

Sem mais artigos