Pensando no bem-estar dos velhinhos e com a intenção de evitar fraturas decorrentes de quedas, uma empresa japonesa desenvolveu um airbag portátil, ideal para idosos e pessoas que sofrem de epilepsia, de acordo com o fabricante.

O airbag fica embutido em um colete com um sensor, que ao detectar uma aceleração rumo ao chão, “interpreta” o movimento como uma queda e infla em 0,1 segundo, absorvendo o impacto do tombo.

A idéia é bastante funcional num país como o Japão, onde 65% da população é idosa. De acordo com pesquisas, o País possui até 30 milhões de pessoas acima dos 65 anos.

Sem mais artigos