O alemão de origem romena Colin Kolles, chefe da equipe Hispania, pela qual Bruno Senna disputa o Mundial de Fórmula 1, afirmou nesta quinta-feira que o objetivo da escuderia em 2010 é terminar a disputa entre os construtores “na 10ª posição”, à frente de Virgin e Lotus.

Segundo Kolles, a chegada de novos patrocinadores é decisiva para o reequilíbrio da situação financeira da Hispania.

“Na Fórmula 1 é preciso muito apoio (econômico), e é isso o que estamos tentando conseguir”, disse.

“A chegada dos novos patrocinadores é obviamente um sinal positivo, mas temos que trabalhar duro para conseguir o maior número possível deles para 2011”, acrescentou.

Sem mais artigos