Na busca por um fim de passagem pela Ferrari, Felipe Massa disse neste sábado (21) que as circunstâncias do treino de classificação para o Grande Prêmio de Cingapura dão poucas opções para que ele ajude o companheiro Fernando Alonso na tentativa de superar o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull.

“Não será fácil terminar na frente. Fernando tem que rezar para que alguma coisa aconteça com o carro de Vettel. Não acho que posso fazer muito, sendo honesto. Por isso, tentarei fazer a melhor corrida possível”, disse o brasileiro, que largará amanhã em sexto, uma posição na frente do espanhol.

“Quero terminar minhas últimas sete corridas da melhor maneira possível. Falando de coração, não sei se Fernando vai precisar da minha ajuda”, concluiu Massa, que anunciou sua saída da Ferrari na semana passada, um dia antes da escuderia anunciar o finlandês Kimi Raikkonen como seu substituto.

Pole position na prova que é disputada no circuito de Marina Bay, Vettel lidera o Mundial de Pilotos com 222 pontos, 53 a frente do segundo colocado Fernando Alonso.

Sem mais artigos